Temos de passar à prática!

O conhecimento por si só é vão. 

A bíblia dá-nos indícios para que analisemos se somos ou não de Cristo. 

Ninguém pode prescindir do verdadeiro  evangelho 

A nossa fé tem de ser evidenciada 

Tiago 1:22

Mateus 7:24 – O final do sermão da montanha (que começa no capítulo 5). 

É necessário praticar e não apenas ouvir. 

O homem prudente ouve e pratica e constrói a sua casa na rocha. O insensato ouve mas não prática e constrói a sua casa na areia. 

A rocha é Jesus Cristo. 

Aquele que tem ouvidos oiça. 

O evangelho não é uma vida fácil. 

Deus é um Deus de amor mas o amor não é a ausência de problemas. Mas o amor verdadeiro sobrepõe-se aos problemas e ajuda nos a ultrapassa-lós. 

A parábola das casas incide bastante sobre o que não se vê, o que está por dentro. Porque o que se vê pode até ser semelhante. 

A diferença está na base. 

Lucas 6:46-48 (mesma parábola)

Andamos a ler a palavra? Ou limita-mo-nos a ouvi-la? 

Temos de cavar a fundo. Essa é a nossa responsabilidade. Não nos podemos contentar com a fachada. 

Mateus 23;3

Mareta 7:21

Lucas 6:46

Sem arrependimento não há perdão de pecados 

Não Basta acreditar em Deus, é preciso haver arrependimento, e viver para ELE. 

Sem obras a nossa fé é morta. 

Temos de escolher. Se não abrirmos a porta Deus não entra 

Escolhe bem! Deus não pode escolher por ti 

Deus não precisa de Sinais, mas nós precisamos para ter a certeza da nossa salvação. 

Sabemos que Jesus Cristo é o nosso alicerce se obedecemos aos seus mandamentos. 

Temos de ter o alicerce do arrependimento bem assente mas depois ir aprofundado outros, como a comunhão com o Espírito Santo. 

Categorias: Pregações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *