Mateus 25: 14-18 

1 de Coríntios 12:11 

Deus da os dons a todos os homens, mesmo aqueles que não têm a cristo. Todos temos coisas que nos destacam dos outros. Todos somos distintos e não tem mal nisso, pelo contrário é a forma que Deus tem de mostrar como ele é perfeito e fez cada um com uma personalidade diferente.  

Todos somos diferentes e cada um tem a sua utilidade no meio em que está inserido, cada capacidade ou talento dado por Deus a nós é necessária para a edificação do seu reino. E o facto de termos apenas um talento não tem mal algum, que isso não se torne um motivo de inveja ou te impeça de ser livre, não te podes sentir inferior por isso, devemos usufruir dos dons que Deus nos deu. Os dons que Deus nos deu não serve para preferi-nos uns aos outros, muito pelo contrário serve para completarmo-nos.   

Mateus 25:19-25 

Não há reação da parte de Deus distinta quanto ao uso dos nossos dons, no que toca a disciplina e a forma como devemos gerir os nossos dons e Isso mostra que Deus trata de igual modo a quem tem mais ou pouco dons ou talentos. E vemos que o importante para Deus é o uso que damos aos nossos dons é a forma como o administramos.  

Romanos 11:29  

Romanos 12:6 

Quando tentamos mover-nos em dons que não são nossos, que não nos foram dados por Deus, a nossa atuação não será das melhores, porque estamos a atuar em campos que não nos foi dada capacidade para o efeito. Não quer isso dizer que não podemos fazer coisas além do nosso don, podemos, mas podemos não ter tanto sucesso. Não conseguiremos ter mais dons do que aqueles que Deus nos deu. 

Os dons são para a edificação da igreja de Deus, são para colocarmos em serviço de Deus. A vocação e os dons de Deus são irretratáveis, ou seja, ele não tira, ele não se arrepende dos dons que nos deu, e distribuiu para que fossem bem usados.  

 2 de Timóteo 2: 2 

Temos que ser fiel com Deus e fiel com os homens. A fidelidade também se apreende, trabalha-se. Quando usamos os dons de Deus temos que ser fieis para com ele. A fidelidade ajuda-nos no aperfeiçoamento e dos dons. 

Mateus 25:24-28 

Quando guardamos os nossos dons, é sinal de que não entendemos o evangelizo, não entendemos o que Deus tem para nós. Por vezes deixamos o medo nos dominar e tomar conta de nós e esquecemos que os dons não são nossos e sim de Deus.  

Devemos usar os dons que Deus nos tem dado e multiplica-los. Pra saberes o teu dom tens que praticar as coisas. Por exemplo: Como saber se o teu dom é evangelismo, se nunca tentaste evangelizar?! Não quer dizer que não podemos fazer outras coisas para além dos nossos dons, mas que quando executamos os nossos dons faremos com mais gozo, porque nos vamos dar bem.   

Mateus 25: 28-30 

No dia do Juízo os dons serão tirados, será tudo dele e os que multiplicaram os seus dons estes receberão mais, e os que nada fizeram com os seus dons esses dons serão tirados.  Todas as coisas serão postas a vistas a luz. Quando pomos em prática os nossos dons é a evidência do Espirito santo em nós.  

João 15:2-8 

Sem Cristo nada podemos fazer, é ele que nos vai ajudar a executar os nossos dons com mestria e excelência.  

Categorias: Pregações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *